15 de Dezembro de 2018


     Fale conosco     Fale conosco
 
ProfissionalProfissional
GeralGeral
ConsultoriaConsultoria
HomeHome
NósNós
Na Boca do PovoNa Boca do Povo
Linguagem com PipocaLinguagem com Pipoca
Mito ou VerdadeMito ou Verdade
PublicaçõesPublicações

Escrever é uma chatice

Em parte

Essa afirmação foi feita pelo escritor e compositor Chico Buarque, na FLIP/2009, e obviamente causou surpresa. Como alguém que se dedica à literatura pode dizer que escrever é chato? De fato, pode ser. Em especial quando somos obrigados a fazê-lo, unicamente por demanda externa, sem nada que nos motive internamente. Mas, quando temos um motor próprio para compor um texto, o prazer pode vir do desafio de materializar no papel (ou tela) o que temos a dizer, e isso pode ser feito de diversas formas. Até uma carta formal, dirigida a uma autoridade, que exige uma atenção maior a padrões de escrita, se for motivada por uma grande indignação, faz com que nos dediquemos à tarefa, batalhando para nos expressarmos com precisão. Por outro lado, a escrita de um romance, por exemplo, que nos dá uma liberdade maior de criação, pode se tornar uma chatice, pois, muitas vezes, nos vemos bloqueados, impedidos de ir adiante, inseguros em relação a nossa capacidade de criar.

Vale a dica: ao ler um texto bem escrito, de um autor famoso e prestigiado, lembre-se sempre que, como qualquer mortal, ele também sofreu para compor sua obra. Até chegar ao produto final, é preciso superar inúmeros sentimentos despertados pelo desafio de escrever.


Voltar

Compartilhe: